Home Institucional Produtos e Serviços Estatísticas Newsletter Ferramenta Local MailingNet Fale Conosco
Central de Atendimento: (11) 3341-2800
Login
Senha
Esqueci minha senha
Leitura de conteúdo
Pautas | Em Pauta Comunicação | 15/06/2015 14:06:36 | 372 Acessos
Especialista esclarece mitos e verdades sobre o ensino bilíngue na primeira infância

Ensinar um segundo idioma para crianças em seus primeiros anos de vida está ganhando força no Brasil. Especialista da rede The Kids Club, Sylvia de Moraes Barros esclarece questões que mais suscitam dúvidas entre os pais

É possível - e saudável – ensinar um segundo idioma a uma criança? Ensinar inglês em paralelo com o aprendizado da língua portuguesa pode gerar algum tipo de confusão nos “pequenos”?

Muitas são as dúvidas em torno do chamado bilinguismo durante a educação na primeira infância. Afinal, é cada vez maior a oferta de escolas dedicadas a esta prática e a quantidade de pais que desejam poupar seus filhos dos percalços em aprender um novo idioma em idade mais avançada. Mas, há vantagens para as crianças?

De acordo com a diretora da rede de franquias The Kids Club, Sylvia de Moraes Barros, especialista no assunto, são muitos os benefícios deste método. “Todo ser humano nasce com o cérebro pronto para aprender línguas. Esta habilidade é mais aguçada entre os dois e quatro anos de idade e, conforme os anos vão passando, a capacidade de aprender novos idiomas com facilidade vai se perdendo”, esclarece. “Se o cérebro é estimulado a aprender novas línguas nos primeiros anos, ele responde imediatamente ao estímulo e vemos o aprendizado de idiomas em crianças acontecer de maneira rápida e extremamente eficiente. E o mais importante: sem que a criança tenha tido dificuldades durante o processo.”

Sylvia explica, ainda, que o estímulo ao cérebro infantil também traz vantagens cognitivas importantes; melhora o raciocínio; a capacidade de concentração e de memorização; ativa as conexões cerebrais e faz até com que a criança passe a usar melhor sua primeira língua. “Devemos sempre ensinar uma nova língua a uma criança da mesma forma que ela aprendeu a primeira, ou seja, por meio da sua exposição ao idioma de maneira lúdica e dentro de um contexto compreensível a ela. Crianças não têm qualquer resistência ao aprendizado e realmente absorvem o que lhes é ensinado de maneira extremamente eficiente, desde que aquele conteúdo lhes faça sentido”, observa.

Para a diretora da The Kids Club, muitos são os questionamentos sobre o bilinguismo porque esta é uma prática relativamente nova no país. Além disso, ainda há falta de informação sobre o tema. “As pessoas que não conhecem o assunto a fundo ainda têm preconceito e acham que este processo atrapalha as crianças. Mas este pensamento está completamente errado”, afirma Sylvia.

O que concluir, então, sobre o processo do bilinguismo na infância? Confira alguns mitos e verdades compartilhados e devidamente esclarecidos pela diretora do The Kids Club.

(X) Mito: A alfabetização bilíngue gera confusão com a língua materna.

O cérebro humano é capaz de aprender diversos idiomas e armazená-los de forma que cada um seja acessado independentemente quando estimulado. O que acontece é que, durante o processo de aprendizado, uma criança pode misturar dois idiomas em uma mesma frase. Isso ocorre não porque ela está confundindo, mas porque ela está aprendendo da maneira correta. O cérebro escolhe sempre o caminho mais fácil e eficiente para realizar a tarefa que precisa. Se uma criança brasileira que está aprendendo inglês quer falar uma palavra e aquela palavra (em inglês) foi realmente aprendida e internalizada pela criança, o cérebro pode acessar a palavra em inglês de forma mais rápida que a palavra em português. Isso é parte do processo natural de aprendizado. Com o tempo , o aluno aprende a usar cada idioma separadamente.

(V) Verdade: Aprender inglês em tenra idade evita o sotaque.
Sim, porque nosso aparelho fonador (boca e língua) ainda está em formação e, por isso, é capaz de reproduzir qualquer som. Conforme o tempo passa, esta capacidade se perde. Quando chegamos à idade adulta, perdemos a capacidade até de distinguir certos sons que não fazem parte da nossa língua materna, o que na infância não acontece. Crianças têm maior capacidade para distinguir e reproduzir fonemas, o que permite a perfeição na pronúncia.

(X) Mito: Há conflitos gramaticais em aprender duas línguas ao mesmo tempo.
Não, pois cada idioma tem suas regras gramaticais que são ensinadas separadamente. Em uma escola bilíngue, como o nome diz, ensinam-se duas línguas. Portanto, a gramática de português é ensinada em português, e a gramática de inglês, em inglês. Além disso, deve-se respeitar a ordem natural de aprendizado de um idioma, ou seja, seguir o mesmo caminho que percorremos em nossa primeira língua: primeiro, aprendemos a falar, depois, aprendemos a escrever o que já falamos e, por último, aprendemos as regras gramaticais do que já falamos e escrevemos! O aprendizado da gramática deve ser a última etapa do processo.

(V) Verdade: É mais difícil esquecer a segunda língua quando ela é aprendida na infância.
Se o aprendizado é feito de forma apropriada e natural, o conhecimento pode ficar adormecido, mas não é esquecido. O aprendizado de idiomas é a melhor e mais saudável forma de se estimular o cérebro de um ser humano. Existem pesquisas que comprovam até que pessoas bilíngues tem menos chance de ter doenças mentais na terceira idade. A infância é a melhor época para se aprender idiomas e é a fase que podemos ensinar o aluno a gostar de aprender línguas, tornando-o, assim, um eterno aprendiz.

(X) Mito: O bilinguismo pode causar traumas e constrangimentos nas crianças.
As crianças não apresentam qualquer tipo de resistência ou interferência no processo de aprendizado, o que torna o método natural, fácil e bastante prazeroso. Há transtornos apenas se o ensino ocorrer de forma inapropriada. O correto é ensinar de forma lúdica, leve e divertida, fazendo com que a criança não perceba que está aprendendo e que se relacione com o novo idioma sempre como algo fácil e divertido.

(V) Verdade: Pais bilíngues ajudam no processo de aprendizado das crianças.
Sim, pais que são nativos de países diferentes podem e devem falar com seus filhos nas duas línguas. Esta é a forma mais eficiente de se criar crianças bilíngues. A criança que ouve dois idiomas em casa desde o nascimento, cresce falando os dois fluentemente e alterna o idioma que fala com o pai e com a mãe de forma automática. Mas isso tem que ser natural. Só funciona bem quando os pais são realmente nativos no idioma.
Filhos de pais que falam o mesmo idioma e estão aprendendo outra língua em sala de aula necessitarão um pouco mais de tempo para adquirir o conhecimento no idioma a ponto de se tornar bilíngue, pois tudo depende da quantidade de exposição à língua. Porém, se os pais são brasileiros, por exemplo, mas sabem falar inglês, podem estimular o aprendizado do filho envolvendo-se com o que ele está aprendendo, interessando-se, aprendendo as músicas que ele aprende, contando histórias em inglês, etc... Esperar que pais brasileiros falem inglês o tempo todo com seus filhos é uma situação forçada que não dá resultado, pois é muito difícil de ser levada a diante.

(X) Mito: O bilinguismo pode comprometer o aprendizado da língua materna ou diminuir o interesse por ela.
Este risco não existe. A língua materna é a língua do coração, a que a família fala e é a primeira que a criança vai aprender. Nada pode comprometer este aprendizado. O cérebro da criança tem a capacidade de acomodar todos os conhecimentos sem prejudicar um para garantir o outro. Crianças que aprendem inglês em sala de aula a partir dos dois anos não têm qualquer problema em relação à fala do idioma materno, pelo contrário! Estudos e experiências nos mostram que quem começa a aprender um segundo idioma passa a usar melhor seu primeiro idioma.

(X) Mito: Crianças bilíngues têm atraso no desenvolvimento da fala?
Isso depende muito da criança. Algumas crianças de pais que falam dois idiomas diferentes podem demorar um pouco mais que o normal para começar a falar, mas, quando começam, falam os dois idiomas fluentemente. Isso não é um problema, mas apenas uma acomodação maior do cérebro aos dois idiomas. Em se tratando de crianças que estão aprendendo um segundo idioma em sala de aula, este risco não existe. O que acontece é exatamente o contrário, ao aprender um segundo idioma, a criança fica ainda mais estimulada a falar.

Sobre o The Kids Club

A rede The Kids Club é líder mundial em franquias de ensino para crianças a partir de dois anos de idade. Com um método especializado em crianças, lúdico e muito divertido, está presente em diversos países da Europa, Ásia e América do Sul. No Brasil, onde está desde 1994, são mais de 100 franquias em diversos estados e no Distrito Federal. A rede também firma parcerias com escolas, terceirizando o ensino de idiomas e levando para as salas de aula seu método e profissionais capacitados para o ensino específico do inglês para crianças. Crianças não apresentam qualquer tipo de resistência ou interferência no processo de aprendizado, o que torna o processo natural, fácil, e basta nte prazeroso.

Informações para a imprensa

Em Pauta Comunicação

(11) 3567-7854 / 3567-7855

Simone Valente – (11) 97666-7022 - simone@empautacomunicacao.com.br

Cristina Thomaz – (11) 99666-5932 ou 94730-6616 – ID 35*2*86267 – cristina@empautacomunicacao.com.br

Compartilhar
Sala de imprensa Em Pauta Comunicação
Empresa EM PAUTA COMUNICAÇAO ASSESSORIA E PUBLICIDADE LTDA
Contato Simone Valente
E-mail empauta@empautacomunicacao.com.br Fone (11) 35677854
Editoria (s) Educação
"A Maxpress publica pautas e notas de clientes a quem cabe toda e qualquer responsabilidade pelas informações nelas contidas, e pelos direitos eventuais de autoria e de imagem."
FORÇA INTERESSADOS BRASILEIRO MERCADO DEBATE INCLUI
OBTÉM CELEBRA DANO ESTRATÉGIAS FISCAL INFLUENZA
SEGUNDA-FEIRA SINDICAL título AMBIENTAIS WALMART DF
MÉDIO KM HERING GLOBAL MORAL ELEITORAL
PROMOVEM ALCANÇAR GRIPE VÍNCULO REVISTA HENRY
AULA BICICLETA VALE-TRANSPORTE EMPREGATÍCIO TRIBUTÁRIA EUA
ENTREGA TRANQÜILIDADE INGLESA AFIRMA PREFEITURA TESLA
PREVENÇÃO GIAN ABRAPP MUDANÇAS PAULO VIVIANE
INFORMAÇÕES ABORDARÁ TECNOLOGIA ORATÓRIA AMAZONAS ANDRÉ
PRINCIPAL SAIBA EFICIENTE EXTENSÃO PROGRESSÃO SANTO
ABIT ADEQUAR VACINAÇÃO CEARÁ fábrica SENNA
EDITAL RODOVIA GARRIDO WORKSHOP ACIDENTE GESTÃO
ÚLTIMAS CONTABILISTA COLETIVO MUNDIAL Sindcont-SP INFRAÇÃO
EVENTOS CAXIAS PÚBLICA ALIMENTOS trabalhistas EMPRESARIAL
INDÍGENAS PROFESSOR PONTO MIL Recopi NACIONAL
BOLSAS TATUÍ PREJUDICAM VALE IBPT FÓRUM
LANÇADA ÍNTIMA NOTICIAS MILHÕES Hilário SEMINÁRIO
ANTONIO FALSAS ETAPA DÉCADAS Estatutárias CRIME
LONDRES MOTORISTA CURITIBA SUL protestante DIREITO
ATUAÇÃO IMUNIZAÇÃO ESCOLA EDUCAÇÃO afastado INTERNACIONAL
CONVIDA LÍNGUA RECONHECER SUSTENTÁVEL servidora FOZ
RIBEIRA INDENIZAÇÃO CAMPINAS GRANDE celetista VISITA
MÉDICA MENDONÇA CHRISTIAN PETROBRAS Sanrio FILHO
SACOLAS ANHANGUERA PARTICIPA PRÊMIO SAB CONGRESSO
PRESTAR DUAS REFLEXOS UNILEVER PEJOTIZAÇÃO INOVAÇÃO
ECONÔMICOS SCHINCARIOL SARNEY FRANCO aleatória ABERTA
VENCE CONCURSO DIRETOR BRASILEIRA recebia LEI
PARTICIPANTES LICENCIAMENTO PRAÇA PAULA RMNR CURSO
ASSOCIAÇÃO LEIS TERCEIRIZAÇÃO MUDANÇA licença-gestante MISSÃO
PROMOVIDO ANTIGÜIDADE CIÊNCIA ANIVERSÁRIO retrocedeu anos
COMPROVA ADEREM PRODUÇÃO ENSINO e-governe "Reforma
FUNDOS ESPORTIVOS TERRA CAMPO Catinella imperativa"
VIA ACRE EXCELÊNCIA MINISTÉRIO ACONTECE Chesbrough
GOIÁS FALHAS SAÚDE BRASIL AGENDA TRATAMENTO
TRAZEM DESCUMPRIMENTO AMADEU REPARAÇÃO IGUAÇU ATIVIDADES
SITUAÇÃO BARBOSA ONLINE EMPRESA CAIXA INTERATIVAS
DISPUTAR INTENSA SHOPPING ALUNO MINISTRO FAMILIARES
RECURSO NORMAS CIVIL LIVRE AMCHAM PREVENTIVO
REDUÇÃO ACAMPAMENTO COMPROMETEM AUTO ESTADUAL ALERTA
PRODUTIVIDADE ATRATIVA DECLARA AMBIENTE MACKENZIE HEMOFILIA
IMPACTOS SETOR TRABALHISTA SP MONTADORA CAMPANHA
TORRES GARANTIDA COLETIVA MEIO CONSEGUE PREVIDÊNCIA
ROBERTO COMERCIAL GRUPO ÔNIBUS PAÍ DOIS
ROMANO AFASTA FINANÇAS FINANCEIRA REFORMA PESSOAS
MIGUEL PROTESTOS DIA
busca avançada
MAXPRESS
MAXETRON
Serviços de Tecnologia
e Informações LTDA
Copyright© 2010 Maxetron.
Todos os direitos reservados.
All rights reserved
Política de Privacidade
Portal Maxpress
Grupos editoriais
Arte e Lazer
Feminino e Masculino
Ciência e Ambiente
Geral
Comunicação
Nacional e Mundo
Economia e Finanças
Saúde
Empresas
Transportes
Esportes
Turismo
Portais
Institucional
Produtos e Serviços
Anúncio de banner
Contato
Fale conosco
MaxPR
Públicos
Imprensa Brasil
Corporativo
Governo Brasil
Imprensa latina
Vip
Ferramentas
Distribuidor
Monitor
Prêmios
Serviços
Mailing avulso
Job
Facilidades
Saídas
Minha conta