Home Institucional Produtos e Serviços Estatísticas Newsletter Ferramenta Local MailingNet Fale Conosco
Central de Atendimento: (11) 3341-2800
Login
Senha
Esqueci minha senha
Leitura de conteúdo
Pautas | Embrapa Meio Norte | 20/03/2017 18:21:22 | 73 Acessos
Quase tudo com feijão-caupi
Visualizar imagem

Para acompanhar o chá das cinco - tradição brasileira copiada dos ingleses - que tal biscoitos semelhantes às petas, feitos à base de farinha de feijão-caupi? Ou saborear no almoço ou no jantar uma lasanha montada com massa de feijão-caupi? Pois a Embrapa Meio-Norte está trabalhando para disponibilizar ao mercado ainda este semestre produtos alternativos feitos com farinha de feijão-caupi.


A ideia, segundo o pesquisador Jorge Minoru Hashimoto, é oferecer alternativas tecnológicas alimentares mais nutritivas do que os produtos tradicionais disponíveis hoje, procurando incrementar o consumo do feijão-caupi. Ele explica que a busca é também por produtos que tenham longa vida de prateleira, prontos para o consumo ou de rápido preparo e ricos em fibras.


“Esses produtos têm maior teor proteico, e é aí que está o grande diferencial. Além disso, eles não contêm glúten. Alguns produtos também não têm conservantes químicos”, destaca Hashimoto.


O estudo, que começou em 2013 com as cultivares BRS Guariba e BRS Novaera, está avançado e já desenvolveu produtos semelhantes aos biscoitos peta, ou de polvilho, massa para macarrão e farinha instantânea para o preparo de caldo de feijão com alto valor proteico.
O rito de passagem de grãos a produto final foi longo. Primeiro, o pesquisador buscou uma metodologia economicamente viável para descascar os grãos de maneira rápida e transformá-los em farinha. Ele encontrou o método do atrito mecânico entre os grãos. Depois, Hashimoto partiu para a elaboração de produtos sem o uso de conservantes e com textura crocante.


Agora, na terceira etapa da pesquisa, usando a cultivar BRS Tumucumaque, que tem altos teores de ferro e zinco, e com a participação direta de estudantes de mestrado e doutorado da Universidade Federal do Piauí (UFPI), o pesquisador vem usando a tecnologia extrusão termoplástica, caracterizada por submeter a matéria-prima a altas temperaturas e pressões.


O próximo passo será a análise sensorial, que é o teste de avaliação, aceitabilidade e intenção de compra dos produtos. Além da participação efetiva da UFPI, o projeto é apoiado pela Universidade Estadual de Campinas ( Unicamp ), Instituto de Tecnologia de Alimentos ( ITAL ), também em Campinas, Universidade Federal do Ceará (UFC ) e Embrapa Agroindústria de Alimentos, com sede no Rio de Janeiro.

Fernando Sinimbu (654 - MTb/PI)
86 3198-0518
meio-norte.imprensa@embrapa.br
Embrapa Meio-Norte
Teresina - Piauí
Foto: Magda Cruciol

 

 

Compartilhar
Sala de imprensa Embrapa Meio Norte
Empresa EMBRAPA MEIO NORTE
Contato FERNANDO SINIMBU
E-mail fernandosinimbu@cpamn.embrapa.br Fone (86) 30899118
Editoria (s) Nacional
"A Maxpress publica pautas e notas de clientes a quem cabe toda e qualquer responsabilidade pelas informações nelas contidas, e pelos direitos eventuais de autoria e de imagem."
Não há Conteúdos relacionados.
Não há Tag's relacionadas.
busca avançada
MAXPRESS
MAXETRON
Serviços de Tecnologia
e Informações LTDA
Copyright© 2010 Maxetron.
Todos os direitos reservados.
All rights reserved
Política de Privacidade
Portal Maxpress
Grupos editoriais
Arte e Lazer
Feminino e Masculino
Ciência e Ambiente
Geral
Comunicação
Nacional e Mundo
Economia e Finanças
Saúde
Empresas
Transportes
Esportes
Turismo
Portais
Institucional
Produtos e Serviços
Anúncio de banner
Contato
Fale conosco
MaxPR
Públicos
Imprensa Brasil
Corporativo
Governo Brasil
Imprensa latina
Vip
Ferramentas
Distribuidor
Monitor
Prêmios
Serviços
Mailing avulso
Job
Facilidades
Saídas
Minha conta