Home Institucional Produtos e Serviços Estatísticas Newsletter Fale Conosco
Central de Atendimento: (11) 3341-2800
Login
Senha
Esqueci minha senha
Leitura de conteúdo
Pautas | Em Pauta Comunicação | 04/03/2013 11:29:13 | 1799 Acessos
Habilidades femininas transformaram o mercado de trabalho
Para Alfredo Castro, especialista em treinamento e desenvolvimento de pessoas, o poder da comunicação é o que mais merece destaque

A mulher revolucionou o mercado de trabalho. Primeiramente, quando nele entrou, no período da Segunda Guerra Mundial, para substituir seus maridos, pais e filhos na tarefa de trazer o sustento para casa – já que os homens estavam no front. Nos tempos mais modernos, porém, a revolução foi outra: Alfredo Castro, sócio-diretor da MOT – Treinamento e Desenvolvimento Gerencial – palestrante internacional e especialista em T&D resume: “As mulheres encontraram um espaço novo, singular, para ocupar no mercado de trabalho. Ela ‘feminilizou’ várias funções, com um novo olhar sobre elas”, ilustra.

Segundo o consultor isso se deveu, sobretudo, à capacidade de comunicação, que, nas mulheres, é muito presente. “A capacidade de dialogar, de perceber a realidade com mais sutileza, de improvisar, de assumir que não sabe e mostrar-se pronta a aprender é tipicamente feminina”, diz. Ele compara a forma de comunicação das mulheres ao que, em tecnologia, se conhece por hipertexto. Isso significa que elas não apenas “mudam” de assunto, mas “incluem” novos assuntos na pauta, o que gera uma variabilidade e enriquece as relações. “Os países do Ocidente e do Oriente que têm mulheres no mercado de trabalho estão mais criativos, ricos e com capacidade de aceitar a diversidade”, acredita ele. “Um mundo mais plural precisa de mais sutilezas para ser compreendido.”

Consumo – Um dos exemplos de como a entrada da mulher no mercado de trabalho modifica até mesmo o mercado de consumo é o fato da alteração dos tamanhos dos aparelhos eletrônicos. Se antes pesquisas já apontavam que é a mulher quem decide aonde ir, o que consumir e o que fazer de seu orçamento, o mercado passa a adequar-se a elas, que detêm o poder de compra.

Um sinal disso é a mudança de tamanho pela qual passaram os smartphones, por exemplo. Com o avanço tecnológico, eles foram progressivamente diminuindo, mas em determinado momento, tornaram-se maiores novamente. “Afinal, mais importante que caber no bolso dos consumidores, é caber na bolsa das consumidoras”, brinca Castro. O surgimento e a rápida popularização dos tablets segue a mesma linha de raciocínio. “Não é a tecnologia que traz a possibilidade de as mulheres ocuparem esses espaços, mas sim o contrário”, analisa.

Para Castro, a última fronteira a ser transposta é a de limitações, como o próprio Dia Internacional da Mulher, sugere – sem fazer críticas à data histórica. “É bom ter esse ritual, mas isso significa que os outros dias não são dela. O marco, paradoxalmente, mostra que a sociedade quer travar esse avanço da mulher. Mas cabe a ela – responsável por educar seus filhos e preservar ou não o machismo – não permitir isso”.

Sobre a MOT

A MOT – Treinamento e Desenvolvimento Gerencial – é uma empresa de soluções em treinamento, desenvolvimento e gestão de pessoas. Desenvolve programas, palestras, projetos e processos de mudança para levar seus clientes – empresas dos mais variados segmentos – a conquistar competitividade e excelência de desempenho em seus mercados. Formada por uma equipe de cerca de dez profissionais, a MOT é liderada pelos diretores-sócios Alfredo Castro e Valéria José Maria.

Sobre Alfredo Castro

Um especialista em desenvolver equipes. Assim pode ser definido Alfredo Castro, profissional com formação em Engenharia e pós-graduação em Finanças. É Lead Assessor da ISO 9000 e possui especialização em Qualidade, Psicologia e Eficiência Organizacional pela DDI, American Supplier Institute e Euroquest (EUA). Atua também como professor de cursos de MBA da FIA/USP, palestrante e escritor, além de prestar consultoria pela MOT – Treinamento e Desenvolvimento Gerencial, da qual é diretor-sócio.

Castro é membro do Advisory Committee da ASTD (American Society for Training and Development) em Washington e preside o Conselho da entidade no Brasil. É também diretor técnico da ABTD – Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento –, membro de comissões do IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa - e membro do Conselho de Administração de algumas organizações no Brasil e no exterior.

Informações para a imprensa

Em Pauta Comunicação

(11) 3451-3258/ 3567-7854 / 3567-7855

Simone Valente – (11) 97666-7022 - simone@empautacomunicacao.com.br

Cristina Thomaz – (11) 7754-7386 – ID 13*9345 – cristina@empautacomunicacao.com.br

Compartilhar
Sala de imprensa Em Pauta Comunicação
Empresa EM PAUTA COMUNICAÇAO ASSESSORIA E PUBLICIDADE LTDA
Contato Simone Valente
E-mail empauta@empautacomunicacao.com.br Fone (11) 35677854
Editoria (s) Feminina
"A Maxpress publica pautas e notas de clientes a quem cabe toda e qualquer responsabilidade pelas informações nelas contidas, e pelos direitos eventuais de autoria e de imagem."
Não há Conteúdos relacionados.
Não há Tag's relacionadas.
busca avançada
Banner Jornal da Usp
MAXPRESS
MAXETRON
Serviços de Tecnologia
e Informações LTDA
Copyright© 2010 Maxetron.
Todos os direitos reservados.
All rights reserved
Política de Privacidade
Portal Maxpress
Grupos editoriais
Arte e Lazer
Feminino e Masculino
Ciência e Ambiente
Geral
Comunicação
Nacional e Mundo
Economia e Finanças
Saúde
Empresas
Transportes
Esportes
Turismo
Portais
Institucional
Produtos e Serviços
Anúncio de banner
Contato
Fale conosco
MaxPR
Públicos
Imprensa Brasil
Corporativo
Governo Brasil
Imprensa latina
Vip
Ferramentas
Distribuidor
Monitor
Prêmios
Serviços
Mailing avulso
Job
Facilidades
Saídas
Minha conta