Home Institucional Produtos e Serviços Estatísticas Newsletter Fale Conosco
Central de Atendimento: (11) 3341-2800
Login
Senha
Esqueci minha senha
Leitura de conteúdo
Pautas | TV Cultura | 12/04/2013 09:10:14 | 509 Acessos
TV Cultura: Boletim de programação de 15 a 21 de abril

 BOLETIM DE PROGRAMAÇÃO DA
TV CULTURA Nº 15
15 a 21 de abril de 2013
http://cmais.com.br/

AO VIVO - SEGUNDA, DIA 15, ÀS 9h30 – GUIA DO DIA – Novo telejornal que traz, ao vivo, notícias nacionais e internacionais, entrevistas e reportagens, informações exclusivas sobre o trânsito de São Paulo e a possibilidade de interação com redes sociais e blogs especializados. O programa é uma ampliação do Guia do Trânsito, que focalizava o trânsito usando uma rede de câmeras exclusivas. Com quadros fixos e mais informação, o programa é ancorado por Aldo Quiroga e segue com a dupla Cadu Cortez e Adriana Cimino. Vladir Lemos, apresentador do Cartão Verde, faz os comentários sobre esporte. Em arte e cultura, a equipe do Metrópolis, com Adriana Couto, Cunha Jr. e Manuel da Costa Pinto, fica responsável pelas dicas para o final de semana. Qualidade de vida, tecnologia e comportamento completam o roteiro. Outros destaques são informações sobre serviços e trânsito, que continuam na nova atração. O quadro Papo de Padoca, bem ao estilo do paulistano, é apresentado por Cadu Cortez diretamente de uma padaria, de onde ele faz entrevistas diárias com algum personagem da cidade. Os temas são aqueles que cercam todos os cidadãos: segurança, urbanismo, transportes e tantos outros. O Guia do Dia é veiculado em multiplataforma. Transmitido pela Rádio Cultura Brasil (AM 1200), também interage com as redes sociais (Twitter, Facebook etc), incluindo a participação de blogs especializados em gastronomia, economia popular, pets, transporte solidário, entre outros. Com uma hora de duração, o novo programa é exibido de segunda a sexta-feira, às 7h. Classificação indicativa: Livre.


AO VIVO - SEGUNDA, DIA 15, ÀS 11h30 – TV COCORICÓ – Júlio e a turma do paiol estão no ar de segunda a sexta-feira durante uma hora. O TV Cocoricó conta com quadros, personagens e convidados especiais. Nesta segunda-feira (15), o programa traz o tema Grécia, com a presença de Andreas Kisser, cantor, compositor e guitarrista da banda Sepultura. Na terça (16), a turma do paiol fala sobre café com leite, e a mini chefe Rebeca Chamma ensina a criançada a fazer pão de queijo rápido. Na quarta (17), o programa fala sobre certo ou errado com a presença de Luciano Amaral, que interpretou os personagens Lucas Silva e Silva, da série Mundo da Lua, e Pedro, do seriado Castelo Rá-Tim-Bum. Na quinta (18), a garotada acompanha a temática oportunidades e ainda aprende a preparar uma deliciosa salada de acelga com atum. E o tema índios encerra a semana na sexta (19), com a presença da atriz Eunice Baía, estrela do filme Tainá. Classificação indicativa: Livre.


SEGUNDA, DIA 15, ÀS 18h – MATINÊ CULTURA – A semana começa com uma animação da série Bob, O Construtor. Em Bob, O Construtor: Uma Grande Nevasca – Jogos de Inverno em Bubblesberg, Bob e sua turma vão aos Jogos de Inverno para ajudar a construir a sede da competição. Com muito trabalho e pouco tempo, eles precisam correr contra o relógio para garantir que o evento não seja um fracasso.
Ficha Técnica
Gênero: Infantil
Título Original: Snowed Under: The Bobblesberg Winter Games
Diretor: Sarah Ball
Ano: 2004
País de origem: Reino Unido
Duração: 52 minutos
Colorido
Classificação indicativa: Livre


AO VIVO – SEGUNDA, DIA 15, ÀS 22h – RODA VIVA – O programa entrevista, ao vivo, o deputado federal e presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra. Apresentado por Mario Sergio Conti, o Roda Viva conta com uma bancada de entrevistadores formada por Alexandre Machado (apresentador do programa Começando O Dia, da Rádio Cultura FM), Ricardo Noblat (colunista político do jornal O Globo e titular do Blog do Noblat), Delmo Moreira (editor executivo da revista IstoÉ), Eliane Cantanhêde (colunista do jornal Folha de S. Paulo) e Iuri Pitta (editor-assistente de Política do jornal O Estado de S. Paulo). Há ainda a participação do cartunista Paulo Caruso. Classificação indicativa: Livre.

SEGUNDA, DIA 15, À 0h – CULTURA DOCUMENTÁRIOS – A faixa Cultura Documentários exibe o longa Helmut Newton – Minha Vida. Helmut Newton é o fotógrafo alemão mais conhecido no mundo todo. Suas fotos para a revista Vogue revolucionaram a fotografia de moda. A mistura do erótico, do luxo e da obscenidade em suas fotografias é responsável por sua fama. Nascido em Berlim em 1920, o filho do dono de uma fábrica de botões comprou sua primeira câmera aos 12 anos. Ele foi influenciado por revistas de moda, pela iconografia da propaganda nazista e pelo cinema, que adorava. Teve que deixar a Alemanha em 1938, vivendo em Cingapura, Austrália e Londres. Finalmente, se instalou em Paris, onde iniciou sua carreira extraordinária na revista Vogue. O filme é um retrato muito íntimo, divertido e suntuoso de um dos fotógrafos mais famosos de nosso tempo.
Ficha Técnica
Gênero: Documentário
Título Original: Helmut Newton – My Life
Diretor: Gero Von Boehm
Ano: 2002
País de origem: Alemanha
Duração: 52 minutos
Colorido
Classificação indicativa: 16 anos.

TERÇA, DIA 16, ÀS 18h – MATINÊ CULTURA – A faixa apresenta o filme A Princesa Lillifee. No reino encantado de Rosopólis, regido pela mão mágica das fadas, a princesa Lillifee espalha beleza e bondade onde quer que vá. Com seu melhor amigo, o porquinho Pupsi, voa em torno de seu reino, deixando um rastro rosado com sua varinha mágica, além de muitas borboletas e estrelas cintilantes. Ela logo descobre, porém, que nem todos estão felizes em seu reino. Alguns moradores queixam-se da rivalidade das fadas egoístas que passam os dias a competirem entre si. Preocupada com a harmonia em seu reino, Lillifee e seus amigos tentam convencer as fadas a se unirem em benefício de todos.
Ficha Técnica
Gênero: Animação infantil
Título original: Lillifee Princess
Diretor: Ansgar Niebuhr, Alan Simpson, Zhijian Xu
Ano: 2009
País de origem:
Duração: 65 minutos
Colorido
Classificação indicativa: Livre


INÉDITO – TERÇA, DIA 16, ÀS 23h – PROVOCAÇÕES – Antônio Abujamra entrevista Nicolas Ramanush, presidente da Embaixada Cigana do Brasil. A organização luta por um objetivo comum às minorias sociais: "nós queremos acima de tudo o direito de cidadania. Se somos brasileiros de etnia diferenciada, nós temos o direito de cidadania brasileira acima de tudo". Segundo ele, "a embaixada surge da necessidade que a gente não se cale. Por muitos anos as pessoas diziam que cigano é isso, é aquilo, é ladrão de criança. E quem se cala, consente. Então a embaixada surge justamente porque chegou a hora de não se calar diante de uma inverdade". Sobre o panorama dos ciganos no Brasil, comenta: “há uma estimativa não oficial de que haja em torno de 1 milhão de ciganos, dos quais cerca de 700 mil são de baixa renda e alguns até abaixo do nível da pobreza". O cigano Nicolas é também antropólogo e chegou a ser convidado por Claude Lévi-Strauss para lecionar na França, porém explica o porquê da recusa ao convite: "eu sou um antropólogo prático, ou seja, hoje em dia eu tenho o título de notório saber em antropologia cultural, mas na realidade eu iniciei esse trabalho muito cedo fazendo pesquisas de campo. E o Claude [Lévi-Strauss], tendo acesso a um dicionário de língua indígena que eu editei, me fez o convite. Eu não fui por falta de condições financeiras". Dentre os mitos que cercam a cultura cigana, é bastante recorrente o de que o grupo é responsável pelo sequestro de crianças. Nicolas explica a possível origem dessa crença: "vem da época do casamento entre filhos de nobres na Europa. Quando uma garota, filha de nobre, estava prometida para um filho de barão, por exemplo, e engravidava do bobo da corte, essa criança indesejada era entregue a uma família de ciganos da região, normalmente pelo avô. […] Como nossa origem étnica é do norte da Índia, predominava a cor da pele, olhos e cabelos escuros, nessa época. E a criança bastarda no meio do grupo era normalmente de pele clara e olhos claros. Não demorou muito para que as pessoas dissessem que o cigano roubou aquela criança". Classificação indicativa: 16 anos.

TERÇA, DIA 16, À 0h – CULTURA DOCUMENTÁRIOS – A faixa Cultura Documentários exibe o longa Michael Haneke – Minha Vida. Michael Haneke, 67 anos, com certeza é um dos diretores mais importantes de nossa época. Seus filmes sobre violência e medos existenciais humanos constituem uma pesquisa contínua e quase científica a respeito da civilização ocidental. Nascido e criado perto de Viena, Haneke é filho de atores, descendendo de uma família burguesa e privilegiada. Ele desvenda seu universo, pela primeira vez, nesse perfil intrigante. O diretor não só volta aos lugares de sua infância e de sua juventude, como também nos convida a acompanhar a produção de seu último filme, A Fita Branca, que ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes e uma indicação para o Oscar em 2010. Atrizes como Isabelle Huppert e Juliette Binoche falam de seu trabalho com Michael Haneke.
Ficha Técnica
Gênero: Documentário
Título Original: Michael Haneke – My Life
Direção: Gero von Boehm
Ano: 2010
País de Origem: Alemanha
Duração: 50 minutos
Colorido
Classificação indicativa: 14 anos.

 

QUARTA, DIA 17, ÀS 18h – MATINÊ CULTURA – A faixa apresenta uma dobradinha de animações: A Bruxa Madrinha: A Vingança de Jimmy e Vai dar Samba.

A Vingança de Jimmy
A Madrinha e Hannah Marie tentam proteger a festa de Halloween do primo Jimmy. No último Dia das Bruxas, Hannah ensinou uma lição de bons costumes a ele. Como resultado, o garoto já sabe que os monstros realmente existem – ele viu um bom número deles no ano passado. Mas Jimmy ainda quer estragar a festa deste ano. Será que seu terrível plano terá sucesso?
Ficha técnica
Gênero: Infanto-juvenil
Título original: Scary Godmother: Revenge of Jimmy
Direção: Bob Buckley
Ano: 2005
Origem: Canadá
Duração: 45 minutos
Colorido
Classificação indicativa: Livre.

Vai dar Samba
As crianças criam um clube secreto, em uma loja mágica de instrumentos musicais, para contar histórias brincando de fazer música.
Ficha Técnica
Gênero: Infantil
Título original: Vai dar Samba
Diretor: Humberto Avelar
Ano: 2010
País de origem: Brasil
Duração: 11 minutos
Colorido
Classificação indicativa: Livre.

QUARTA, DIA 17, ÀS 22h – MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA NA CULTURA (Legendado) – Os apresentadores Renata de Almeida e Cunha Jr. conversam com o jornalista e editor Álvaro Machado sobre o longa O Sol, que será exibido em seguida. Em 15 de agosto de 1945, os japoneses ouvem pela primeira vez em suas vidas a voz de seu imperador, que exorta seu exército e seu povo a pôr fim às hostilidades. Isso permite aos norte-americanos desembarcar nas ilhas japonesas sem encontrar resistência. O pedido do imperador ajuda a salvar muitas vidas, mas os vencedores exigem que Hirohito compareça diante de um tribunal de guerra. O general McArthur, comandante das tropas americanas no Pacífico Sul, desaconselha o presidente Franklin Roosevelt a converter Hirohito num criminoso de guerra. O filme é o terceiro de uma tetralogia sobre homens de poder, que começou como Moloch (1999, seleção da 23ª Mostra), sobre Adolf Hitler, e teve sequência em Taurus (2001, 26ª Mostra), onde é focalizado o líder da Revolução Russa, Vladimir Lênin.
Ficha Técnica
Gênero: Drama/Histórico
Título original: Solntse
Diretor: Aleksandr Sokurov
Ano: 2005
País de origem: Rússia; Itália; Suíça; França
Duração: 115 minutos
Colorido
Elenco: Issei Ogata; Robert Dawson; Kaori Momoi; Shirô Sano; Shinmei Tsuji; entre outros
Prêmios: 2005 - Yerevan International Film Festival – Grand Prix - Golden Apricot - Melhor filme (Aleksandr Sokurov)
Classificação indicativa: Livre.

QUINTA, DIA 18, ÀS 18h – MATINÊ CULTURA – As Aventuras de Dora na Floresta Encantada reúne os três últimos episódios da série Dora, A Aventureira II, na qual a personagem visita uma floresta encantada para ajudar o Unicórnio a provar que tem o que é preciso para ser um bom rei. Mas essa tarefa não será fácil, já que a Coruja assumiu o reino e criou novas regras.
Ficha técnica
Gênero: Infantil
Título original: The Adventures Of Dora The Enchanted Forest
Direção: George S. Chialtas e Allan Jacobsen
Ano: 2011
Origem: Estados Unidos
Duração: 61 minutos
Colorido
Classificação indicativa: Livre

INÉDITO - QUINTA, DIA 18, ÀS 22h – CLUBE DO FILME (Dublado) – O Clube do Filme exibe o longa O Último Pôr-do-Sol. O pistoleiro Brendan O'Malley, com roupas negras e uma pequena pistola junto à cintura, tem alma de poeta, mas se transforma em um assassino descontrolado, principalmente quando há alguma mulher na história. Ele cruza a fronteira para o México atrás de seu antigo amor, Belle Breckenridge, mas a encontra casada e com uma filha de 16 anos. O marido, John Breckenridge, é um rancheiro bêbado e desertor da Guerra Civil. Ele está com dificuldade para juntar vaqueiros para levar seu gado ao Texas. Jonh contrata O’Maley para conduzir o rebanho. O’Maley indica um cowboy que pode aceitar ser o chefe da comitiva, Dana Strinblig. Dana é o xerife que o persegue desde o Texas para levá-lo de volta para julgamento por homicídio. Ele aceita o serviço. Assim, todos partem com o gado rumo ao Texas, inclusive as mulheres que vão como cozinheiras e ajudantes dos vaqueiros. No caminho, se juntam a eles bandoleiros, que se disfarçam de cowboys. Eles querem roubar o gado e raptar as mulheres na primeira oportunidade, com intenção de levá-las como prostitutas à cidade de Veracruz. 
Ficha Técnica
Gênero: Faroeste
Título Original: The Last Sunset
Diretor: Robert Aldrich
Ano: 1961
Origem: Estados Unidos
Duração: 112 minutos
Colorido
Elenco: Rock Hudson (Dana Stribling), Kirk Douglas (Brendan O’Malley), Dorothy Malone (Belle Breckenridge), Carol Lynley (Missy Breckenridge), Neville Brand (Frank Hobbs)
Classificação Indicativa: 14 anos.

SEXTA, DIA 19, ÀS 18h – MATINÊ CULTURA - Dividido em seis contos, Príncipes e Princesas é um filme de silhuetas animadas, no qual um casal de garotos encena peças de teatro, auxiliado por um velho técnico desempregado. Transformados em herói e heroína, os dois viajam do passado remoto ao futuro distante, para todos os cantos do mundo, mostrando a beleza do antigo Egito, a poesia da arte japonesa, o romance da Idade Média e os prodígios do ano 3000.
Ficha técnica
Gênero: Infanto-juvenil
Título original: Princes et Princesses
Diretor: Michel Ocelot
Ano: 1990
País de origem: França
Duração: 70 minutos
Colorido
Classificação indicativa: Livre.

SEXTA, DIA 19, ÀS 22h – MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA NA CULTURA (Dublado) – Os apresentadores Renata de Almeida e Cunha Jr. conversam com o jornalista e editor Álvaro Machado sobre o longa O Sol, que será exibido em seguida. Em 15 de agosto de 1945, os japoneses ouvem pela primeira vez em suas vidas a voz de seu imperador, que exorta seu exército e seu povo a pôr fim às hostilidades. Isso permite aos norte-americanos desembarcar nas ilhas japonesas sem encontrar resistência. O pedido do imperador ajuda a salvar muitas vidas, mas os vencedores exigem que Hirohito compareça diante de um tribunal de guerra. O general McArthur, comandante das tropas americanas no Pacífico Sul, desaconselha o presidente Franklin Roosevelt a converter Hirohito num criminoso de guerra. O filme é o terceiro de uma tetralogia sobre homens de poder, que começou como Moloch (1999, seleção da 23ª Mostra), sobre Adolf Hitler, e teve sequência em Taurus (2001, 26ª Mostra), onde é focalizado o líder da Revolução Russa, Vladimir Lênin.
Ficha Técnica
Gênero: Drama/Histórico
Título original: Solntse
Diretor: Aleksandr Sokurov
Ano: 2005
País de origem: Rússia; Itália; Suíça; França
Duração: 115 minutos
Colorido
Elenco: Issei Ogata; Robert Dawson; Kaori Momoi; Shirô Sano; Shinmei Tsuji; entre outros
Prêmios: 2005 - Yerevan International Film Festival – Grand Prix - Golden Apricot - Melhor filme (Aleksandr Sokurov)
Classificação indicativa: Livre.

SEXTA, DIA 19, À 00h30 – CULTURA DOCUMENTÁRIOS – A faixa Cultura Documentários exibe o longa Difamação. O que é antissemitismo hoje, duas gerações depois do Holocausto? Em sua exploração contínua da vida moderna israelense, o diretor Yoav Shamir viaja pelo mundo à procura das manifestações mais modernas do “ódio mais antigo”, e encontra respostas surpreendentes. Nessa procura irreverente, ele acompanha líderes judeus americanos pelas capitais europeias, advertindo membros dos governos a respeito da ameaça crescente de antissemitismo, e se junta a uma classe de alunos israelenses, do curso secundário, numa peregrinação a Auschwitz. As opiniões muitas vezes diferem e há discussões, mas em Difamação achamos que uma coisa é certa: é apenas entendendo sua resposta ao antissemitismo que podemos avaliar realmente como os judeus de hoje, especialmente os israelenses modernos, reagem ao mundo em seu redor, em Nova York e em Moscou, em Gaza e em Telaviv.
Ficha Técnica
Gênero: Documentário
Título Original: Hashmatsa (Defamation)
Diretor: Yoav Shamir
Ano: 2009
País de Origem: Israel, Dinamarca, Eua, Áustria
Duração: 75 minutos
Colorido
Classificação indicativa: Livre

AO VIVO - SÁBADO, DIA 20, ÀS 14h30 – CARTÃOZINHO VERDE - A melhor maneira para se preparar para a rodada do fim de semana é assistir ao Cartãozinho Verde. Feito com muita graça e informação por quatro comentaristas mirins e agora com meia hora no ar, conta com uma nova apresentadora, Paula Vilhena. Revelação da internet, Paula, que já integrava o elenco da TV Cultura, faz o meio de campo com a equipe de garotos que continua muito entrosada: João Alves Braga, corintiano de 9 anos; Pedro Crema, são-paulino também de 9; o palmeirense Eric Lanfredi, 12; e o santista Matheus Ribeiro, 10. Durante meia hora, com muita espontaneidade, Paula e os meninos falam de tudo que gira em torno do futebol, de campeonatos nacionais, da Copa das Confederações e da Copa do Mundo no Brasil. O quadro Feras e Ferinhas continua no ar trazendo importantes personalidades como jogadores, ex-atletas e artistas, para um bate-papo descontraído sobre o assunto que é paixão nacional. Classificação indicativa: Livre.

 

SÁBADO, DIA 20, ÀS 15h – MATINÊ CULTURA - A faixa exibe Stig, O homem das cavernas. O filme apresenta um homem das cavernas que vive no fundo de um poço, próximo a casa dos avós de Barney. A partir de então, Barney e Stig tornam-se grandes amigos e vivem uma série de aventuras juntos no decorrer do longa.
Ficha técnica
Gênero: Infanto-juvenil
Título original: Stig The Dump
Direção: John Hay
Ano: 2002
Origem: Reino Unido
Duração: 100 minutos
Colorido
Classificação indicativa: Livre

SÁBADO, DIA 20, ÀS 17h – MANOS E MINAS – Apresentado por Max B.O., o programa Manos e Minas recebe o rapper Pregador Luo. Classificação indicativa: Livre.

INÉDITO - SÁBADO, DIA 20, ÀS 21h45 – CLÁSSICOS – A atração apresenta Le Concert des Nations, com regência de Jordi Savall. Classificação indicativa: Livre.

INÉDITO - SÁBADO, DIA 20, ÀS 23h15 – ENSAIO – Neste programa, Fernando Faro recebe o compositor Serginho Meriti. Ele conta histórias sobre sua infância em São Luis do Meriti, como aprendeu seus primeiros acordes no violão do pai e a gravação do primeiro disco com o apoio de Edson Menezes. Ele relembra alguns grupos musicais como Copa 7, Devaneios e Brasil show, fora dos bailes que participava. A primeira composição sua fez sucesso na voz do Bebeto. De sua parceria com Beto Sem Braço, a música "Quando eu Contar (Iá Iá)" se tornou um grande sucesso na voz de Zeca Pagodinho. Entre outros parceiros, Serginho lembra de Arlindo Cruz cantando "Trajetória", conhecida na voz de Maria Rita. Ele também fala do Menescal, do primeiro disco que gravou pela PolyGram. Ele conta como começou a frequentar a Magueira e o respeito que tem por ela. Roberto Ribeiro, o Samba da Laje e o prêmio Grammy Latino que recebeu são outros assuntos abordados no programa. Classificação indicativa: 10 anos.

INÉDITO - SÁBADO, DIA 20, À 00h15 – CINE BRASIL – A faixa exibe Dzi Croquettes, a história do grupo que se tornou um enorme mito na cena teatral brasileira e parisiense nos anos 70. A década de 70 foi de rompimento, de mudança, de fugir de padrões e buscar o novo, o desconhecido. A contracultura abriu espaço para questionamentos sobre a realidade, a ruptura ideológica e a transformação social. Nesse contexto um americano desembarca no Rio de Janeiro: Lennie Dale unia a Bossa Nova a um swing do jazz novaiorquino; o encontro de 13 homens, 13 talentos. Surgia então o furacão que iria abalar as estruturas sexuais das pessoas, abrir portas, quebrar tabus, mudar a cena teatral brasileira e internacional. Surgia então os Dzi Croquettes. O grupo revolucionou os palcos cariocas com seus espetáculos andróginos. Desobedientes e debochados, decidiram desrespeitar a ordem do regime militar com inteligência. Os sapatos de salto alto e as roupas femininas propositalmente exibiam as pernas cabeludas e a barba cultivada pelos homens do grupo. O primeiro show, em 1972, foi um grande sucesso, apesar de ter sido banido pelo Serviço Nacional de Teatro. A comédia de costumes era um deboche ao sistema de ditadura e à realidade brasileira. O grupo também fez muito sucesso na Europa, especialmente na França, onde levou plateias parisienses à loucura. Esse documentário conseguiu reunir os integrantes do grupo, assim como amigos e admiradores para uma bateria de entrevistas exclusivas sobre o que é ser um Dzi Croquette, a formação, os textos, a censura, o sucesso até a desintegração do grupo, mas nunca da ideia. O longa conta com depoimentos de amigos e artistas consagrados no cenário artístico brasileiro e internacional, como o diretor e coreógrafo americano Ron Lewis, Gilberto Gil, Nelson Motta, Marília Pêra, Ney Matogrosso, Betty Faria, José Possi Neto, Miéle, Aderbal Freire Filho, Jorge Fernando, César Camargo Mariano, Elke Maravilha, Cláudia Raia, Miguel Falabella, Liza Minnelli (grande admiradora e amiga do grupo), Pedro Cardoso, Norma Bengell, entre tantos, e ainda os integrantes originais do grupo: Claudio Tovar, Ciro Barcelos, Bayard Tonelli, Rogério de Poly e Benedito Lacerda. Mais de 45 depoimentos colhidos no Rio de Janeiro, Nova York e Paris contam a trajetória desse grupo em uma trajetória fascinante recheada de sucessos, fracassos, assassinatos, grandes voltas por cima e a recuperação de uma parte da nossa história que não deveria jamais ser esquecida.
Ficha Técnica
Gênero: Documentário
Título original: Dzi Croquettes
Direção: Raphael Alvarez; Tatiana Issa
Ano: 2009
Origem: Brasil
Duração: 110 minutos
Colorido/ P.B.
Classificação indicativa: 10 anos.

INÉDITO - DOMINGO, DIA 21, ÀS 11h45 – MESTRES DO RISO – Nesta edição será exibido o filme As Aventuras de Pedro Malasartes. Incorporando as aventuras do conhecido personagem Pedro Malasartes (Mazzaropi), ao chegar em sua casa na fazenda, recebe a notícia de que seu pai havia falecido. Caipira humilde e inocente, Pedro é enganado pelos seus irmãos: um toma posse de todo o gado e dinheiro e o outro da fazenda. Sem nada do que reclamar, Pedro deixa a fazenda levando somente um ganso, um tacho velho e umas poucas roupas. Pelo caminho, acaba sendo acompanhado por uma porção de crianças abandonadas. Atrapalhado e de coração mole, começa a aplicar pequenos golpes para conseguir dinheiro. Dizendo que ele cozinha sozinho, vende seu tacho a um homem grande, depois vende o ganso dizendo que ele é mágico, consegue um carro convencendo a dona do veículo a ficar segurando o chapéu no chão onde, supostamente, está preso um pássaro raríssimo. A lista de pessoas enganadas aumenta e ele se vê metido numa série de confusões tentando fugir de seus vários perseguidores.
Ficha Técnica
Gênero: Comédia
Título original: As aventuras de Pedro Malasartes
Diretor: Mazzaropi
Ano: 1960
País de origem: Brasil
Duração: 90 minutos
Elenco: Mazzaropi, Geny Prado, Genésio Arruda, Dorinha Duval, Benedito Liendo, Nena Viana, Alvim Fernandes, Kleber Afonso, entre outros
P&B
Classificação indicativa: Livre.

DOMINGO, DIA 21, ÀS 14h – PEDRO & BIANCA – A TV Cultura exibe o sexto episódio da série Pedro & Bianca, voltada para o público adolescente, que tem entre seus criadores o diretor Cao Hamburger. Com direção geral de Fábio Mendonça e Roberto Moreira, o programa conta com dois irmãos gêmeos como protagonistas. Bianca é negra e Pedro, branco. Pelo olhar dos dois, o público enxerga o mundo de quem vive a realidade da juventude, numa escola pública. No episódio Dez é Dezoito, Bianca acusa Terezinha, a professora de Matemática, de mudar injustamente a nota de sua prova de 10 para 0. Como a professora não tem evidências de que Bianca colou, a garota acusa-a de discriminá-la e leva o caso à diretoria, certa de que recuperará seu 10. Diante do conflito, a única solução possível, encampada por Zuzu e Edison, é Bianca refazer a prova. A questão é que Bianca, de fato, colou. Agora, ela tem de estudar a sério para provar que pode, sim, tirar uma boa nota. Pedro e Feijão constatam que as meninas do 1º ano só se interessam por garotos do 3º e sonham com o dia em que terão 18 anos. Falta-lhes paciência para esperar mais 3 anos e eles decidem falsificar seus documentos. Para isso, pedem a ajuda de Raul, cadeirante, aluno de outra classe e monitor de informática. Com RGs falsificados, os garotos convidam as garotas para uma “balada” no posto de gasolina do bairro, garantindo que comprarão as bebidas sem maiores problemas. Porém, eles acabam desmascarados na loja de bebidas, e são ameaçados de prisão por um policial. Ao fim, o compreensivo policial dá apenas uma dura e uma “carona” a Pedro até sua casa. Mas ele terá de arcar com as consequências do que fez. Classificação indicativa: Livre.


DOMINGO, DIA 21, ÀS 15h – CULTURA DOCUMENTÁRIOS – A faixa apresenta uma produção feita entre Rússia e Israel, o documentário Magia Russica. Em 1935, três filmes de Walt Disney foram exibidos em Moscou. Fyodor Chytruk, então um jovem estudante de arte, assistiu a esses filmes e não pode acreditar no que via: estava convencido de que acontecia um milagre diante de seus olhos. O que ele não sabia era que um dia se tornaria um dos grandes da animação russa. Através de sua história, descobrimos uma forma mágica de arte que ficou fechada atrás da Cortina de Ferro durante décadas. Comparados às outras artes – especialmente literatura e teatro – os filmes animados, considerados uma forma de arte para crianças, passaram com relativa facilidade pela censura rigorosa da União Soviética. Como todas as instituições soviéticas, os estúdios de animação Soyuzmultfilm tinham todo o apoio do governo, com orçamentos generosos para a produção e a distribuição em 112.000 cinemas na URSS. Essa situação permitiu o desenvolvimento de uma tradição, um estilo de animação que não era só para crianças. Os filmes, repletos de humor, refletiam não só a difícil experiência da União Soviética, mas também sua rica herança cultural, com Pushkin como pai espiritual. Depois do colapso da nação e enquanto a Rússia fez a transição para o capitalismo, os artistas que fizeram animação descobriram que as regras do mercado não são necessariamente menos restritivas que a censura. Numa visão rara do processo artístico, na criação da magia, os artistas compartilham suas ideias sobre arte, cinema e a maneira como estes devem se relacionar.
Ficha Técnica
Gênero: Documentário
Título original: Magia Russica
Diretor: Masha Zur Glozman e Yonathan Zur
Ano: 2004
País de origem: Israel; Rússia
Duração: 60 minutos
Colorido
Classificação indicativa: 12 anos.

INÉDITO - DOMINGO, DIA 21, ÀS 16h – CLÁSSICOS – O programa apresenta Uma lição de canto com Tereza Berganza – Masterclass com a cantora espanhola Tereza Berganza sobre a ópera “Don Giovanni” de W. A. Mozart. Classificação indicativa: Livre.


DOMINGO, DIA 21, ÀS 22h – CAFÉ FILOSÓFICO – O programa reflete temas que são parte do cotidiano do homem contemporâneo. O assunto desta edição é A Democracia e a Beleza. Tzvetan Todorov é um pensador múltiplo. Autor de mais de 20 livros, suas reflexões passam pela filosofia, linguística, história, literatura, artes plásticas. Neste Café Filosófico especial, Todorov fala sobre sua vida, sua trajetória intelectual e sobre a delicada posição da democracia no mundo contemporâneo. Classificação indicativa: 14 anos.

INÉDITO - DOMINGO, DIA 21, ÀS 23h – É TUDO VERDADE INTERNACIONAL – A faixa faz sua estreia na grade 2013 da TV Cultura com o documentário Se uma Árvore Cai - A História da Frente de Libertação da Terra. Narra a trajetória reacionária do grupo Frente de Libertação da Terra, que, entre outras ações, ateou fogo em diversas empresas acusadas de destruir o meio-ambiente. Os integrantes eram tachados de “ecoterroristas” e foram caçados pelo governo americano. O documentário se aprofunda na história de um de seus líderes, Daniel McGowan, que foi preso em dezembro de 2005 por agentes federais que estavam à procura dos ambientalistas do grupo. O documentário foi indicado ao Oscar em 2012. O É Tudo Verdade Internacional é apresentado pelo crítico de cinema e curador do festival homônimo Amir Labaki.
Ficha Técnica
Gênero: Documentário
Título original: If a Tree Falls: A Story of the Earth Liberation Front
Diretor: Marshall Curry e Sam Cullman
Ano: 2011
País de origem: Estados Unidos/Inglaterra
Duração: 85 minutos
Colorido
Classificação indicativa: 16 anos
Prêmios:
*2012 – Oscar – Indicação – Melhor Documentário
*2011 – Dallas International Film Festival – Prêmio do Júri – Visão Ambiental
*2011 – Nashville Film Festival – Competição de Documentário
*2011 – Santa Cruz Film Festival – Prêmio de filme Ambiental
*2011 – Sundance Film Festival – Edição de Documentário

 

Compartilhar
Sala de imprensa TV Cultura
Empresa FUNDAÇÃO PADRE ANCHIETA CENTRO PAULISTA RÁDIO E TV EDUCATIVA
Contato Guilherme Mariano
E-mail guilhermemariano@tvcultura.com.br Fone (11) 21823282
Editoria (s) TV e Rádio
"A Maxpress publica pautas e notas de clientes a quem cabe toda e qualquer responsabilidade pelas informações nelas contidas, e pelos direitos eventuais de autoria e de imagem."
Não há Conteúdos relacionados.
Não há Tag's relacionadas.
busca avançada
Banner Jornal da Usp
MAXPRESS
MAXETRON
Serviços de Tecnologia
e Informações LTDA
Copyright© 2010 Maxetron.
Todos os direitos reservados.
All rights reserved
Política de Privacidade
Portal Maxpress
Grupos editoriais
Arte e Lazer
Feminino e Masculino
Ciência e Ambiente
Geral
Comunicação
Nacional e Mundo
Economia e Finanças
Saúde
Empresas
Transportes
Esportes
Turismo
Portais
Institucional
Produtos e Serviços
Anúncio de banner
Contato
Fale conosco
MaxPR
Públicos
Imprensa Brasil
Corporativo
Governo Brasil
Imprensa latina
Vip
Ferramentas
Distribuidor
Monitor
Prêmios
Serviços
Mailing avulso
Job
Facilidades
Saídas
Minha conta