Home Institucional Produtos e Serviços Estatísticas Newsletter Fale Conosco
Central de Atendimento: (11) 3341-2800
Login
Senha
Esqueci minha senha
Leitura de conteúdo
Pautas | Alfapress | 10/06/2015 15:11:18 | 870 Acessos
O Papel da Escola no combate à Obesidade Infantil
Visualizar imagem

O Brasil e o mundo passaram por algumas mudanças ao longo dos séculos, que chamamos de transição epidemiológica, as quais aumentaram a expectativa de vida da população. Nos países desenvolvidos, além da contínua melhoria dos níveis nutricionais da população, a redução da taxa de mortalidade deveu-se ao controle das doenças infecciosas, à melhoria dos serviços de saneamento e da vigilância sanitária.

O declínio da mortalidade por doenças infecciosas tende a beneficiar os grupos mais jovens da população, e no Brasil observamos a transição nutricional, onde os índices de desnutrição se reduzem e as pessoas começam a ter mais acesso a alimentação. Com a modernidade, a obesidade e o sobrepeso surgem em virtude de fatores genéticos, comportamentais e ambientais.

A alimentação demasiadamente calórica e de baixo índice nutricional, o estilo de vida pouco ativo, as comodidades tecnológicas, o incentivo ao consumo pela mídia e o aumento da violência que sujeita crianças, adolescentes e adultos a ficarem mais tempo em casa, contribuem para o excesso de peso.

Observa-se que hoje as crianças e adolescentes se movimentam menos nas aulas de educação física, assim como fora do horário escolar. Na escola cabe ao professor de educação física estimular o movimento que venha a trazer benefícios na aptidão física dos alunos e, fora do horário escolar o movimento deve ser estimulado pelos familiares.

A escolha do ambiente escolar para a promoção de hábitos de vida saudáveis também deve ser encorajada, por ser um local de intenso convívio social e propício para atividades educativas. Os comportamentos relacionados à saúde, como a prática de atividade física, são, em grande parte, incorporados na infância e adolescência e tendem a manter-se na idade adulta, o que confere atenção especial a essa parcela da população na prevenção de doenças e agravos não transmissíveis.

Liliane Locatelli é supervisora de Educação Física da Secretaria Municipal de Educação de Pelotas e professora na Faculdade Anhanguera.

--
TIAGO SILVA
Consultor de Comunicação
Alfapress Comunicações
tiago.silva@alfapress.com.br
Tel.: (47) 9642-3462

Compartilhar
Sala de imprensa Alfapress
Empresa ALFAPRESS COMUNICAÇÕES
Contato Tiago Silva
E-mail tiago.silva@alfapress.com.br Fone (47) 96423462
Editoria (s) Infantil, Educação, Saúde
"A Maxpress publica pautas e notas de clientes a quem cabe toda e qualquer responsabilidade pelas informações nelas contidas, e pelos direitos eventuais de autoria e de imagem."
Não há Conteúdos relacionados.
doença PÁTIO PARTICIPA MUNDIAL Pizão CÂNCER
PROMOVE EMBAIXADOR NOVEMBRO ALIMENTOS LANÇADO ITALIANO
PACIENTES AJUDAR HUMANA HIDRATAR ESPECIALISTA Ortodontia
PREVENÇÃO PRESERVAR SHOPPING AÇÃO GOIÂNIA CURSO
AÇÚCAR CONTROLAR ATOR CONGRESSO POPULAÇÃO PAULO
DR LONGEVIDADE PELE substitutos MINISTRA TIPO
AJUDAM FERTILIDADE DIA Danton PRÓSTATA PROJETO
AZUL PAULISTA DENTRO Pharmapele CONSCIENTIZAR DIABETES
MELLO CONHEÇA INTERNACIONAL
busca avançada
Banner Jornal da Usp
MAXPRESS
MAXETRON
Serviços de Tecnologia
e Informações LTDA
Copyright© 2010 Maxetron.
Todos os direitos reservados.
All rights reserved
Política de Privacidade
Portal Maxpress
Grupos editoriais
Arte e Lazer
Feminino e Masculino
Ciência e Ambiente
Geral
Comunicação
Nacional e Mundo
Economia e Finanças
Saúde
Empresas
Transportes
Esportes
Turismo
Portais
Institucional
Produtos e Serviços
Anúncio de banner
Contato
Fale conosco
MaxPR
Públicos
Imprensa Brasil
Corporativo
Governo Brasil
Imprensa latina
Vip
Ferramentas
Distribuidor
Monitor
Prêmios
Serviços
Mailing avulso
Job
Facilidades
Saídas
Minha conta