Home Institucional Produtos e Serviços Estatísticas Newsletter Fale Conosco
Central de Atendimento: (11) 3341-2800
Login
Senha
Esqueci minha senha
Leitura de conteúdo
Pautas | Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento de SP | 23/02/2017 17:02:03 | 103 Acessos
Pesquisa da Apta pode aumentar em 50% a produção de batata-doce

A produção de batata-doce no Estado de São Paulo pode crescer em até 50% com os resultados de pesquisa realizada pelo Polo Regional Alta Sorocabana - Presidente Prudente, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento paulista. Isso porque a tecnologia promove a limpeza de vírus nas variedades mais cultivadas.

Para disponibilizar matrizes com sanidade, os pesquisadores da Apta coletaram as mudas de batata-doce plantadas na região de Presidente Prudente e realizaram o processo de cultura de meristema. As plantas fornecidas alcançaram até o dobro de produtividade e a redução do ciclo de colheita.

De acordo com Amarílis Beraldo Rós, pesquisadora do Polo, a batata-doce era colhida com 150 dias, agora a previsão de colheita é de até 130 dias. “O produtor rural pode produzir suas próprias ramas livres de vírus a partir da multiplicação de ramas de plantas matrizes saudáveis mantidas em viveiro com tela anti-afídeo, que não permite a entrada de pulgões’’, explicou. Os pulgões são transmissores de viroses para a batata-doce.

Antes da pesquisa da Apta, os produtores adquiriam as ramas usadas no plantio a partir de lavouras comerciais, já em época de colheita, sem considerar as condições de nutrição e sanidade. A utilização dessas ramas inadequadas, frequentemente, resulta em lavouras com produtividade inferior ao potencial produtivo da cultura e raízes desvalorizadas devido à presença de pragas e doenças.
A tecnologia foi apresentada na 11ª CooperShow, em Candido Mota, no estande da Apta, onde os pesquisadores forneceram ramas livres de vírus e orientaram sobre a manutenção e produção delas. ‘’Levar ao produtor rural o resultado das pesquisas realizadas pela Secretaria é uma das principais recomendações do governador Geraldo Alckmin para nossa atuação’’, ressaltou o secretário Arnaldo Jardim.
De acordo com dados do Instituo de Economia Agrícola (IEA) da Secretaria, a produção de batata-doce em território paulista em 2015 alcançou 5.000.533 caixas de 24 quilos, cultivada em 6.936,62 hectares.

Por Myrela Santana
Mais informações
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
(11) 5067-0069

Compartilhar
Sala de imprensa Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento de SP
Empresa SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA E ABASTECIMENTO DE SP
Contato Assessoria de Imprensa - Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
E-mail saacomunica@sp.gov.br Fone (11) 50670069
Editoria (s) Agropecuária
"A Maxpress publica pautas e notas de clientes a quem cabe toda e qualquer responsabilidade pelas informações nelas contidas, e pelos direitos eventuais de autoria e de imagem."
Não há Conteúdos relacionados.
Não há Tag's relacionadas.
busca avançada
Banner Jornal da Usp
MAXPRESS
MAXETRON
Serviços de Tecnologia
e Informações LTDA
Copyright© 2010 Maxetron.
Todos os direitos reservados.
All rights reserved
Política de Privacidade
Portal Maxpress
Grupos editoriais
Arte e Lazer
Feminino e Masculino
Ciência e Ambiente
Geral
Comunicação
Nacional e Mundo
Economia e Finanças
Saúde
Empresas
Transportes
Esportes
Turismo
Portais
Institucional
Produtos e Serviços
Anúncio de banner
Contato
Fale conosco
MaxPR
Públicos
Imprensa Brasil
Corporativo
Governo Brasil
Imprensa latina
Vip
Ferramentas
Distribuidor
Monitor
Prêmios
Serviços
Mailing avulso
Job
Facilidades
Saídas
Minha conta