Home Institucional Produtos e Serviços Estatísticas Newsletter Fale Conosco
Central de Atendimento: (11) 3341-2800
Login
Senha
Esqueci minha senha
Leitura de conteúdo
Pautas | RS Press | 06/12/2018 17:22:57 | 130 Acessos
Câmara dos Deputados aprova projeto que assegura plástica reparadora de mama no SUS

No último dia 4, a Câmara dos Deputados aprovou projeto que garante a cirurgia plástica reparadora de mama no Sistema Único de Saúde (SUS) para mulheres submetidas ao tratamento do câncer de mama. A medida assegurará o procedimento para tornar ambas as mamas simétricas, além da reconstrução das aréolas mamárias. O documento agora vai para sanção presidencial.

O texto reforça que a cirurgia seja feita imediatamente após a mastectomia, desde que haja condições técnicas. Quando não for viável, a lei estabelece que a reconstrução seja agendada assim que a mulher atingir as condições clínicas necessárias.

Atualmente, as pacientes já podem fazer a reconstrução mamária na rede pública por direito, graças à Lei 12.802/13, contudo não abrange ambas as mamas. Ainda, a cobertura é deficitária: de acordo com o DataSUS, a proporção nos últimos cinco anos é de apenas uma cirurgia de reconstrução a cada 7,5 mastectomias realizadas. Em 2016, foram realizadas 10.442 mastectomias e apenas 1.396 reconstruções.

A reconstrução mamária é parte importante do tratamento, inclusive contribuindo para o bem-estar das mulheres que têm suas mamas retiradas no combate do câncer de mama. Esse foi um dos achados da pesquisa realizada pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (FEMAMA), em parceria com o Hospital Moinhos de Vento, a Johnson & Johnson Medical Devices e o instituto Ideafix, lançada este ano. Por exemplo, dentre os entrevistados, 44% identificam sentir-se feminina como principal benefício da cirurgia. Para 28%, a plástica reparadora diminui a sensação de mutilação.

Sobre a FEMAMA
A Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama é uma organização sem fins econômicos que trabalha para reduzir os índices de mortalidade por câncer de mama em todo o Brasil, influenciando políticas públicas para defender direitos de pacientes, ao lado de 74 ONGs de apoio a pacientes associadas em todo o país. A FEMAMA foi a primeira instituição a trazer o Outubro Rosa de forma organizada para o Brasil, em 2008, com ações em diversas cidades, em parceria com ONGs associadas.
Conheça nosso trabalho: www.femama.org.br

Informações para a Imprensa:
RS Press
(11) 3875-6296
Karina Morais
(11) 9 9699-7521
Giulianna Muneratto
(11) 9 7681-1597

Compartilhar
Sala de imprensa RS Press
Empresa SÔNIA REGINA MARTINS DE SOUZA - EPP
Contato Karina Morais
E-mail karinamorais@rspress.com.br Fone (11) 38756296
Editoria (s) Medicina, Saúde
"A Maxpress publica pautas e notas de clientes a quem cabe toda e qualquer responsabilidade pelas informações nelas contidas, e pelos direitos eventuais de autoria e de imagem."
Não há Conteúdos relacionados.
realiza GOSTA EMAGRECER SAÚDE JESUS TORTA
ANUAL PAIVA NATALINA DESCUIDO CAMPANHA APONTA
DUO PESQUISA CEIA CURAS RELAÇÃO Netto
MOUSSE COMERCIÁRIOS FOTOPROTEÇÃO ESTILO BRASILEIROS comendo
SINDICATO VACINAÇÃO
busca avançada
Banner Jornal da Usp
MAXPRESS
MAXETRON
Serviços de Tecnologia
e Informações LTDA
Copyright© 2010 Maxetron.
Todos os direitos reservados.
All rights reserved
Política de Privacidade
Portal Maxpress
Grupos editoriais
Arte e Lazer
Feminino e Masculino
Ciência e Ambiente
Geral
Comunicação
Nacional e Mundo
Economia e Finanças
Saúde
Empresas
Transportes
Esportes
Turismo
Portais
Institucional
Produtos e Serviços
Anúncio de banner
Contato
Fale conosco
MaxPR
Públicos
Imprensa Brasil
Corporativo
Governo Brasil
Imprensa latina
Vip
Ferramentas
Distribuidor
Monitor
Prêmios
Serviços
Mailing avulso
Job
Facilidades
Saídas
Minha conta