Home Institucional Produtos e Serviços Estatísticas Newsletter Fale Conosco
Central de Atendimento: (11) 3341-2800
Login
Senha
Esqueci minha senha
Leitura de conteúdo
Pautas | In Press/SP | 15/03/2019 10:17:26 | 89 Acessos
Inadimplência continua em desaceleração, registrando um crescimento de 1,78% em fevereiro, aponta indicador CNDL/SPC Brasil

Assim como no mês anterior, número de dívidas cai, mas avança nos setores
bancário e de água e luz. 62,01 milhões de CPFs estão com restrição


Em fevereiro, os sinais de acomodação da inadimplência confirmam a tendência
 registrada no mês anterior. Dados apurados pelo Indicador de Inadimplência,
da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção
ao Crédito (SPC Brasil), apontam que mesmo com o crescimento da ordem de
1,78% do número de consumidores negativados na comparação anual,
o avanço foi o menor registrado desde dezembro de 2017
.


Quanto ao número de dívidas, houve queda de 1,01% em relação a fevereiro
de 2018
. Contudo, assim como registrado nos Indicadores de janeiro deste ano,
o volume de pendências continua crescendo em dois setores específicos: o de
bancos, com avanço de 2,04%; e o de água e luz, com aumento de
11,38%
. Em contrapartida, comércio e comunicação registraram quedas de

A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, destaca que o crescimento
da inadimplência em menor ritmo no País se dá simultaneamente ao aumento da
oferta de crédito, segundo dados do Banco Central. “Por muito tempo, o avanço
da inadimplência foi mitigado pela oferta de crédito diminuída. Agora, a
desaceleração ocorre a despeito do crescimento das concessões, indicando um
cenário melhor para o mercado de crédito”, explica a economista.


Mas o consumidor não pode se descuidar. Uma maior oferta de crédito no
mercado pode ser tentadora, chegando a levar as pessoas a contrair dívidas que
a levem a negativação. Para não incorrer neste risco, Marcela Kawauti dá
algumas dicas para uma boa gestão de finanças pessoais. “Tomar crédito
consciente e não movido por impulso; ter uma reserva financeira para lidar com
imprevistos; evitar opções com altas taxas de juros, como cartão de crédito e
cheque especial; planejar seu orçamento atual e futuro para o pagamento de
parcelas; e renegociar suas dívidas com seus credores são sugestões que podem
fazer toda a diferença para não incorrer na inadimplência”, aconselha Kawauti.


Brasil tem 62,01 milhões de negativados; região Norte é a região com
maior proporção de inadimplentes


O mês de fevereiro fechou com aproximadamente 62,01 milhões de
brasileiros
negativados, o que representa 40,1% da população acima dos 18
anos. No Sudeste, região que compreende o maior contingente populacional, o
número de negativados chegou a 26,63 milhões ou 39,9% da população adulta
local. O contingente também é grande no Nordeste, com 16,27 milhões de
inadimplentes ou 39,8% da população adulta. No Sul são 8,42 milhões de
consumidores com CFP restrito ou 36,9% da população local — a menor entre as
regiões. Já no Centro-Oeste, o volume de negativados é de 4,98 milhões, o que
corresponde a 41,8% dos residentes da região. No Norte, os negativados somam
5,72 milhões, sendo a maior proporção adulta local, com 46,9%.


Mais da metade dos consumidores entre 30 e 39 anos está inadimplente


Quanto à estimativa por faixa etária, a maior frequência de negativados continua
neste mês, assim como em janeiro deste ano, entre os que têm idade de 30 e 39
anos. Em fevereiro, mais da metade da população nesta faixa etária (51,1%) estava com o nome inscrito em alguma lista de devedores, somando um total de 17,59 milhões.


Outro destaque é a proporção significativa de inadimplentes com idade de 25 e 29 anos (43,4%), da mesma forma que acontece na população idosa, considerando-se a faixa etária entre 65 a 84 anos, em que a proporção é de 32,8%. Já entre os mais jovens, com idade de 18 a 24 anos, a proporção cai para 16,5%.


Metodologia


O indicador de inadimplência do consumidor sumariza todas as informações disponíveis nas bases de dados às quais o SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) têm acesso. As informações disponíveis referem-se a capitais e interior das 27 unidades da federação. A estimativa do número de inadimplentes apresenta erro aproximado de 4 p.p., a um intervalo de confiança de 95%. Baixe a íntegra do indicador e a série histórica em https://www.spcbrasil.org.br/imprensa/indices-economicos .


Informações à Imprensa


Luiz Pedrosa
(11) 3549 6800 R.6210 | (11) 9 7142 0742
luiz.pedrosa@inpressoficina.com.br


Andrea Giardino
(11) 3549 6800 R.6209 | (11) 9 7215 6303
andrea.giardino@spcbrasil.org.br


Amanda Wall
(61) 3213-2017 | (61) 9 8475-1686
amanda.wall@inpressoficina.com.br

Compartilhar
Sala de imprensa In Press/SP
Empresa IN PRESS ASS. DE IMP. E PROMOÇÕES LTDA.
Contato Vinicius Bruno
E-mail vinicius.bruno@spcbrasil.org.br Fone (011) 32512035
Editoria (s) Economia
"A Maxpress publica pautas e notas de clientes a quem cabe toda e qualquer responsabilidade pelas informações nelas contidas, e pelos direitos eventuais de autoria e de imagem."
Não há Conteúdos relacionados.
Não há Tag's relacionadas.
busca avançada
Banner Jornal da Usp
MAXPRESS
MAXETRON
Serviços de Tecnologia
e Informações LTDA
Copyright© 2010 Maxetron.
Todos os direitos reservados.
All rights reserved
Política de Privacidade
Portal Maxpress
Grupos editoriais
Arte e Lazer
Feminino e Masculino
Ciência e Ambiente
Geral
Comunicação
Nacional e Mundo
Economia e Finanças
Saúde
Empresas
Transportes
Esportes
Turismo
Portais
Institucional
Produtos e Serviços
Anúncio de banner
Contato
Fale conosco
MaxPR
Públicos
Imprensa Brasil
Corporativo
Governo Brasil
Imprensa latina
Vip
Ferramentas
Distribuidor
Monitor
Prêmios
Serviços
Mailing avulso
Job
Facilidades
Saídas
Minha conta