Home Institucional Produtos e Serviços Estatísticas Newsletter Fale Conosco
Central de Atendimento: (11) 3341-2800
Login
Senha
Esqueci minha senha
Leitura de conteúdo
Pautas | JeffreyGroup | 16/05/2019 08:52:23 | 107 Acessos
Fórum Shenzhen Smart City 2019: gestores municipais exploram futuro inteligente
Visualizar imagem

Huawei define necessidades de cidades inteligentes com o modelo Maslow e apoia sua transformação com uma base digital; evento também contou com a presença do Governador da Bahia e do Prefeito de Campinas

O Fórum de Cidades Inteligentes de Shenzhen de 2019 com Cidades Internacionais Amigas (International Friendship Cities) começou na terça-feira (14) com o tema "Inaugurando um futuro brilhante para cidades inteligentes". Com o objetivo de promover a comunicação e a cooperação na construção de cidades inteligentes e digitais, o Fórum reuniu autoridades de Shenzhen, executivos e especialistas em cidades inteligentes da Huawei, acadêmicos e especialistas em UN-Habitat, além de representantes de cidades do mundo todo, com e sem experiência em cidades inteligentes, bem como empresas de alta tecnologia para compartilharem seus mais recentes conceitos e práticas de desenvolvimento.

Líderes de cidades globais reúnem-se em Shenzhen para explorar o futuro juntos

Ai Xuefeng, vice-prefeito de Shenzhen, abriu a cerimônia em conjunto com Wang Weizhong, secretário do Comitê Municipal de Shenzhen do CPC; Xie Yuan, vice-presidente da Associação do Povo Chinês para Amizade com os países estrangeiros e Frank Ross, reitor de Edimburgo. Entre os palestrantes convidados estavam Guo Ping, presidente rotativo da Huawei; Ugo Valenti, CEO do Congresso Mundial Smart City Expo; e Rui Costa dos Santos, Governador do Estado da Bahia.

“A Huawei tem se dedicado a construir uma base digital de cidades inteligentes que permite integrar, explorar, analisar e compartilhar dados, usando conectividade onipresente, uma plataforma digital e inteligência abrangente”, disse Guo Ping em um discurso intitulado “Construindo um Modelo Maslow para Cidades Inteligentes”. “Desenvolvemos um cérebro digital para cidades em conjunto com parceiros de aplicativos. Isso ajuda a construir um ecossistema comum com vantagens mútuas. Esse cérebro fornecerá formas avançadas de ajuda às cidades na tomada de decisões, para permitir que transporte e policiamento sejam digitais, por exemplo. Ao fazer isso, esperamos construir cidades com administração inteligente, mais benefícios para os moradores e desenvolvimento próspero da indústria ".

Em seu discurso "Um Novo Mundo de Cidades Inteligentes", Ugo Valenti disse: "Tecnologias inovadoras, incluindo 5G, IoT, AI e Cloud, estão revolucionando de maneira disruptiva a forma como as cidades são governadas e gerenciadas. Por meio da criação de parcerias Público-Privadas-Pessoais, modelo de co-criação entre governo, empresas e cidadãos, as cidades inteligentes facilitarão um processo de tomada de decisão mais aberto e trarão um novo mundo centrado no povo".

Diálogo econômico-digital de alta qualidade, capacitando o desenvolvimento com design de alto nível

A cerimônia de abertura atraiu participantes de departamentos governamentais, empresas e da comunidade acadêmica. O painel explorou temas como as tecnologias emergentes, a construção de infraestrutura de TIC urbana baseada em grandes dados para proteger a segurança pública, como melhorar a governança urbana moderna, além de bem-estar público e economia, fazendo uso de serviços digitais e um cérebro digital disruptivo. Resultado: cidades inteligentes com economias inteligentes ativas.

"O uso da tecnologia digital tornou-se um dos critérios para avaliar o nível de inteligência de uma cidade. As futuras cidades inteligentes terão cinco novas plataformas de infraestrutura, como nuvem, IoT, data lake, AI e uma rede de vigilância por vídeo. Essas cinco plataformas formarão uma base para alcançar conectividade onipresente, perceber inteligência difundida e simplificar sistemas de TIC heterogêneos. A Huawei usa sua nuvem como base para integrar várias novas tecnologias de TIC, como IA, IoT, big data, comunicações convergentes, vídeo e GIS, para construir uma plataforma digital abrangente”, disse Yan Lida, presidente da Huawei Enterprise BG.

“Essa plataforma fornece capacitação técnica para clientes governamentais e corporativos, ajudando-os a lidar facilmente com problemas técnicos complicados. Além disso, a Huawei construiu 12 Open Labs em todo o mundo para conduzir a inovação conjunta orientada para o cliente com os parceiros. Construir uma cidade inteligente é um processo longo e em constante evolução. Com base na plataforma digital da Huawei, as cidades serão como a vida orgânica. Novas aplicações surgirão e crescerão através de interação e eventualmente alcançarão a prosperidade geral”, continuou Yan Lida.

“Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas para 2030 incluem um objetivo sobre cidades e comunidades sustentáveis. Esperamos impulsionar a realização do SDG através de empreendimentos de cidades inteligentes com confiança. Enfrentamos o desafio da construção de uma cidade inteligente, mas também que abraçe o seu potencial ilimitado. Do ponto de vista da ONU, a cooperação internacional é significativa. Nós vemos uma plataforma muito boa aqui hoje para as cidades compartilharem experiências”, disse Atsushi Koresawa, Diretor do Escritório Regional da UN-Habitat para a Ásia e o Pacífico.

O evento foi organizado pelo Governo Popular Municipal de Shenzhen e pelo Escritório de Relações Exteriores de Shenzhen. Como co-organizadora, a Huawei é uma fornecedora líder global de soluções Smart City e Safe City, que atendem a mais de 700 cidades em mais de 100 países, ajudando a promover a segurança local e o desenvolvimento social e econômico.

No Brasil, o Estado da Bahia já faz uso de uma solução de segurança pública da Huawei.
“A segurança das cidades, no Brasil, é algo muito importante. A Huawei já tem um projeto no estado da Bahia, começando pela capital. Nossa solução é capaz de integrar todo o legado de câmeras já instaladas, com reconhecimento facial e com a identificação de placas de veículos”, explica Ricardo Mansano, diretor de Soluções da Huawei, que representou a unidade da Huawei Brasil no evento.

Já em Campinas, o objetivo é ampliar a capacidade de monitoramento por meio de câmeras e sistemas inteligentes. Desde o início do ano, cerca de 30 câmeras inteligentes passam a ser disponibilizadas pela Huawei e integradas à Central Integrada de Monitoramento de Campinas (Cimcamp). “Escolhemos instalar a maior parte das câmeras no Centro de Campinas pensando, inclusive, no aumento de circulação de pessoas por conta das festividades de final de ano. Então vamos reforçar a segurança nessa região”, afirma o prefeito de Campinas, Jonas Donizette. Ele explica, ainda, que esta ação é parte do programa em funcionamento “Campinas Bem Segura”, que já conta com cerca de 500 câmeras na cidade.

“A Huawei usa seus recursos para aprimorar a infraestrutura das cidades, tornando-as mais inteligentes. Os municípios que incentivam essa implementação largam na frente e desfrutam dos benefícios de uma estrutura primeiro inteligente e depois segura. Esse é um dos caminhos para o crescimento, inclusive, econômico dos municípios. Afinal, uma cidade segura certamente atrai investimentos”, diz Juelinton Silveira, diretor de Comunicação e Relações com o Governo da Huawei no Brasil.

 

 

 

Sobre Huawei
A Huawei é líder global em soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e uma das 100 marcas mais valiosas do mundo de acordo com a Forbes. A companhia tem a visão de enriquecer a vida das pessoas por meio da comunicação e é dedicada à inovação centrada no cliente. Com sólidas parcerias com a indústria local, a Huawei está comprometida com a criação de valor para operadoras de telecomunicações, empresas e consumidores, oferecendo produtos e soluções de alta qualidade e inovação em mais de 170 países e territórios. Com mais de 180 mil funcionários em todo o mundo, a empresa atende mais de um terço da população mundial. Há mais de 20 anos no Brasil, a Huawei é líder no mercado nacional de banda larga fixa e móvel por meio das parcerias estabelecidas com as principais operadoras de telecomunicações e possui escritórios nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba e Recife, além de um centro de distribuição em Sorocaba (SP) e um Centro de Treinamento em São Paulo.

Para mais informações, visite a Huawei online em www.huawei.com ou siga-nos:
Facebook
Twitter
Instagram
LinkedIN
YouTube


Contatos para a imprensa:
Huawei
priscilla.staell@huawei.com
Priscilla Staell - (11) 3930-8030

Huawei | Jeffrey Group
huawei@jeffreygroup.com
Victor Francisco – (11) 3185-0891
Camila Forte – (11) 3185-0889
Heloísa Morato – (11) 3185-0841
Daniela Teixeira – (11) 3185-0826
Daniela Giuntini – (11) 3185-0896

Compartilhar
Sala de imprensa JeffreyGroup
Empresa THE JEFFREY GROUP BRASIL S/C LTDA
Contato Heloísa Morato
E-mail hmorato@jeffreygroup.com Fone (11) 31850841
Editoria (s) Ciência/Tecnologia, Internacional
"A Maxpress publica pautas e notas de clientes a quem cabe toda e qualquer responsabilidade pelas informações nelas contidas, e pelos direitos eventuais de autoria e de imagem."
Não há Conteúdos relacionados.
Não há Tag's relacionadas.
busca avançada
Banner Jornal da Usp
MAXPRESS
MAXETRON
Serviços de Tecnologia
e Informações LTDA
Copyright© 2010 Maxetron.
Todos os direitos reservados.
All rights reserved
Política de Privacidade
Portal Maxpress
Grupos editoriais
Arte e Lazer
Feminino e Masculino
Ciência e Ambiente
Geral
Comunicação
Nacional e Mundo
Economia e Finanças
Saúde
Empresas
Transportes
Esportes
Turismo
Portais
Institucional
Produtos e Serviços
Anúncio de banner
Contato
Fale conosco
MaxPR
Públicos
Imprensa Brasil
Corporativo
Governo Brasil
Imprensa latina
Vip
Ferramentas
Distribuidor
Monitor
Prêmios
Serviços
Mailing avulso
Job
Facilidades
Saídas
Minha conta